Imprimir
Contacte-nos.
Mercedes-Benz Cars triplica vendas globais de xEVs
  • Mercedes-Benz Cars & Vans com um volume total de vendas em 2020 de 2.528.349 veículos;
  • Mercedes-Benz Cars vendeu mais de 160.000 híbridos plug-in e veículos totalmente elétricos (xEVs);
  • A quota de xEV Mercedes-Benz aumentou para 7,4%;
  • As vendas da Mercedes-Benz na China aumentaram 11,7%, para um novo recorde de 774.382 unidades;
  • Novo Classe S com elevada procura: mais de 40.000 pedidos já recebidos em todo o mundo;
  • Mercedes-Benz foi a marca automóvel premium mais vendida em Portugal em 2020 (13.752 unidades) e líder total nas vendas de veículos xEV (3.579 unidades).

 

A Mercedes-Benz está a acelerar a sua jornada rumo à neutralidade de CO2. Um progresso significativo foi feito em 2020, com um aumento acentuado nas entregas xEV: mais de 160.000 híbridos plug-in e veículos totalmente elétricos foram vendidos pela Mercedes-Benz Cars em todo o mundo (+ 228,8%), incluindo cerca de 87.000 unidades no quarto trimestre. Em Portugal, a Mercedes-Benz manteve a tendência de crescimento mundial em automóveis xEV, tendo sido líder neste segmento. Em 2020, os veículos xEV da Mercedes-Benz (sob a sigla EQ), alcançaram a liderança em Portugal neste importante segmento. O modelo 100% elétrico EQC, comercializado nos finais de 2019, destacou-se igualmente com 225 unidades vendidas, o que correspondeu à quota total de produção disponível para Portugal. Atualmente, os modelos Mercedes-Benz EQ já representam 26% do total das vendas da Mercedes-Benz em Portugal, um crescimento substancial da marca EQ e que reflete a estratégia definida de redução de emissões de CO2 e a consolidação da liderança da marca Mercedes-Benz no caminho para a neutralidade carbónica.

 

Na Mercedes-Benz Cars, a quota de xEV aumentou de 2% em 2019 para 7,4% no ano passado. As vendas de híbridos plug-in quase quadruplicaram para mais de 115.000 unidades. Aproximadamente 20.000 EQC foram entregues a clientes em todo o mundo e o EQV atingiu vendas de cerca de 1.700 veículos. As entregas dos modelos totalmente elétricos totalizaram aproximadamente 27.000 unidades, um forte aumento de dois dígitos (+ 45,6%) em comparação com o recorde de vendas anterior em 2019 (18.400 unidades).

2021 representa, acima de tudo, a aceleração da eletrificação na Mercedes-Benz Cars. Um total de quatro novos modelos Mercedes-EQ serão apresentados: o EQA, EQB, EQE e EQS. A família de híbridos plug-in da Mercedes-Benz, atualmente consistindo em mais de 20 variantes de modelo, será renovada com derivados eletrificados do Classe C e Classe S. Para 2021, a Mercedes-Benz Cars espera aumentar a quota de xEV para aproximadamente 13%.

 

Mercedes-Benz atinge forte desempenho de vendas de automóveis ligeiros de passageiros num ano desafiante

Apesar dos grandes desafios impostos pela pandemia da COVID-19, a Mercedes-Benz entregou mais de dois milhões de veículos pelo 5º ano consecutivo. Por meio da digitalização avançada em vendas e serviços, a Mercedes-Benz foi capaz de responder à situação em rápida mudança e aos vários requisitos regulamentares durante a pandemia. Com vendas de 2.164.187 unidades (-7,5%), a Mercedes-Benz manteve a sua posição de liderança global em comparação com os seus principais concorrentes.

 

Vendas de automóveis de passageiros Mercedes-Benz por regiões e mercados

A Mercedes-Benz beneficiou da recuperação contínua em muitos mercados na segunda metade do ano. Um total de 1.024.315 unidades foram vendidas na região Ásia-Pacífico (+ 4,7%). O principal impulsionador de vendas foi a China, com uma recuperação sem precedentes: devido a um crescimento de dois dígitos de 11,7%, foi alcançado um novo recorde de vendas com 774.382 unidades. Na região da Europa, a marca entregou 784.183 automóveis de passageiros no ano passado (-16,4%), sendo que na Alemanha, a Mercedes-Benz vendeu um total de 286.108 automóveis (+10,1%). As vendas na região da América do Norte totalizaram 317.592 unidades (-14,7%). A Mercedes-Benz entregou 274.916 automóveis nos EUA no ano passado (-13,0%). No geral, os maiores mercados para a Mercedes-Benz foram a China, Alemanha e EUA, seguidos pela Grã-Bretanha e Coreia do Sul. Em Portugal, a Mercedes-Benz foi a 3ª marca automóvel mais vendida, com 13.752 unidades comercializadas. A Marca alcançou também em Portugal a liderança no mercado de xEV com 3.579 unidades comercializadas.

 

Holger Marquardt, CEO da Mercedes-Benz em Portugal, afirma: “para o nosso mercado português é com imenso orgulho que alcançámos a liderança na eletrificação (xEV). É com base no compromisso da Daimler para 2039, denominada Ambition 2039, que oferecemos em 2020 diferentes produtos xEV e conquistámos a liderança de mercado com um total 25 modelos diferentes. Para 2021, vamos estender o nosso portfólio de produtos com veículos totalmente elétricos e também uma maior oferta de PHEV".

 

Vendas de automóveis Mercedes-Benz

No ano passado, o Classe S foi novamente a limousine de luxo mais vendido em todo o mundo, com cerca de 60.000 unidades (-17,2%). O nova Classe S, apresentado pela Mercedes-Benz em setembro, teve uma resposta muito positiva por parte dos clientes: mais de 40.000 pedidos foram recebidos em todo o mundo, já excedendo a entrada de pedidos após o início das vendas do seu antecessor. Um total de aproximadamente 691.000 automóveis compactos (Classe A, Classe A Limousine, Classe B, CLA Coupé, CLA Shooting Brake, GLA e GLB) foram entregues em todo o mundo (+ 3,6%). As vendas de SUVs (GLA, GLB, GLC, GLC Coupé, EQC, GLE, GLE Coupé, GLS e Classe G) foram de cerca de 885.000 veículos (+ 12,9%). Em particular, o GLE (+ 32,3%) e o GLS (+ 21,1%) tiveram uma elevada procura em 2020. O modelo mais vendido da Mercedes-Benz foi o GLC com aproximadamente 320.000 unidades.

A marca desportiva e de alto desempenho Mercedes-AMG vendeu 125.129 veículos em todo o mundo (-5,3%). Registou-se um novo recorde de vendas e crescimento de 1,5% nos EUA, o maior mercado da marca. Além disso, um novo recorde também foi alcançado no importante mercado em crescimento da China (+ 32,3%). Os EUA, Alemanha, China, Japão e Austrália foram os maiores mercados da AMG em 2020.

A smart comercializou um total de 38.391 veículos (-67,1%), sendo o maior mercado para smart a Alemanha. A forte procura por modelos totalmente elétricos foi significativamente impulsionada pelo subsídio do governo alemão, que levou ao dobro das entregas de smart elétricos (+104,9%).

Em 2020, a smart tornou-se a primeira marca 100% elétrica a nível mundial. Neste ano de transição e, tal como previsto, a smart sofreu uma quebra face a 2019 quando comparando com as vendas de viaturas a combustão. Não obstante, conseguiu comercializar 518 unidades totalmente elétricas em Portugal, um aumento de vendas de 27,3% face a 2019.

 

Visão geral das vendas da Mercedes-Benz Cars & Vans

 

  Q4 2020 Variação % Jan. – Dez. 2020 Variação %
Mercedes-Benz 615,328 +0.2 2,164,187 -7.5
smart 16,385 -43.5 38,391 -67.1
Mercedes-Benz Cars 631,713 -1.8 2,202,578 -10.3
Mercedes-Benz Vans (commercial models) 103,892 +1.7 325,771 -8.9
Mercedes-Benz Cars & Vans 735,605 /// 2,528,349 ///
         
Vendas Mercedes-Benz nas regiões / mercados        
Europa 236,599 -3.6 784,183 -16.4
- Alemanha 95,265 +6.3 286,108 -10.1
Ásia-Pacífico 277,712 +12.6 1,024,315 +4.7
- China 204,684 +22.2 774,382 +11.7
América do Norte 89,195 -16.7 317,592 -14.7
- EUA 78,078 -15.0 274,916 -13.0

 

Clique para listar as tarefas